Ser Associado

Panathlon Clube de Lisboa

O Panathlon Clube de Lisboa tem por finalidade a afirmação do ideal desportivo e dos seus valores morais e culturais, enquanto instrumento de formação e de educação da pessoa humana e meio de incentivo à solidariedade entre os homens e os povos.

Direitos e Deveres dos Sócios

1.  De acordo com o nº 3 do Artigo 4º dos Estatutos do Panathlon Internacional, o sócio admitido compromete-se, sob sua honra, a:

a. respeitar os objetivos do Panathlon Internacional;

b. observar os Estatutos e o Regulamento do Panathlon Internacional e do Panathlon Clube de Lisboa;

c. harmonizar o seu comportamento com os princípios éticos enunciados na Carta do Panathleta e na Carta do Fair-play;

d. respeitar as deliberações e as decisões dos Órgãos do Panathlon Internacional e do Panathlon Clube de Lisboa;

e. cooperar pessoal e ativamente em todas as iniciativas promovidas ou organizadas pelo Clube, inclusive desempenhando funções específicas na realização das citadas ações;

f. participar na vida do Clube e nas suas diversas realizações;

g. submeter exclusivamente aos órgãos de justiça interna do Panathlon todo e qualquer eventual litígio relativo a comportamentos inerentes às atividades panathléticas;

h. aceitar sem apelo todas as decisões dos órgãos estatutários, bem como as dos órgãos de justiça interna competentes, logo que essas decisões se tenham tornado definitivas.

2. Para além dos deveres gerais acima descritos os sócios devem ainda:

a. colaborar com o Conselho Directivo na realização dos fins do Clube;

b. desempenhar com dignidade e dedicação os cargos para que forem eleitos;

c.  pagar atempadamente as quotas que forem fixadas pela Assembleia de Sócios.

3. Para efeitos do disposto no nº 2 considera-se que a quota deve ser paga trimestralmente até ao final do primeiro mês do  trimestre a que diz respeito.

4. Os sócios só poderão participar nas atividades do Clube (reuniões mensais, assembleias, etc.) se tiverem as respetivas quotas em dia.

1. Cada sócio tem o direito de participar na vida do Clube, nas reuniões de convívio e demais iniciativas sociais e nas Assembleias do Clube, desde que tenha as suas obrigações em dia, podendo eleger e ser eleito para os Órgãos do Clube.

2. O sócio efetivo tem o direito de usar o distintivo do Clube.

3. O sócio provisório tem os mesmos direitos dos sócios efetivos, exceto no que respeita ao uso do emblema do Clube, que lhe será oferecido na data em que for confirmado como sócio efetivo.

4. Os sócios que tenham completado 82 anos de idade e que tenham pelo menos 20 anos de inscrição no Clube mantêm a qualificação de Panathletas mesmo que não possam participar na vida do Clube, podendo ser dispensados do pagamento da quota de filiação no Panathlon Internacional, desde que o pedido de dispensa seja devidamente fundamentado. Só o Panathlon Internacional poderá conceder a dispensa supra.

5. O sócio de qualquer outro Clube Panathlon tem o direito de participar nas reuniões de convívio do Panathlon Clube de Lisboa, limitando o seu pagamento ao respetivo custo.

6. Os sócios honorários têm o direito de participar nas atividades regulares do Clube, desde que suportem os respetivos custos.

7. As quotas anuais de filiação do Presidente Honorário e dos sócios honorários constituem encargo do Clube.

Ficha de Sócio

Para se fazer sócio deverá fazer chegar a Ficha de Sócio preenchida ao Panathlon Clube de Lisboa.

Condições de Admissão

  1. Podem ser admitidos como sócios do Panathlon Clube de Lisboa as pessoas maiores de idade, de ambos os sexos, que se tenham dedicado ou ainda se dediquem à atividade desportiva ou a atividades de direção, apoio, promoção e difusão da prática desportiva e que se tenham distinguido por uma carreira significativa e por comportamentos condizentes com o espírito panathlético.
  2. Cada sócio representa uma das modalidades desportivas constantes da lista em anexo ao Regulamento do Clube.
  3. O Conselho Directivo pode pedir autorização ao Secretariado do Panathlon Internacional para incluir disciplinas que tenham importância local, assim como solicitar a subdivisão em categorias menores de desportos que tenham ampla difusão, conforme disposto no º 2 do Artigo 7º do Regulamento do Panathlon Internacional.
  4. A condição de sócio efetivo só se concretiza após um período de adaptação e observação que permita ao candidato certificar-se da sua vontade de defender os ideais do Panathlon. A sua passagem a sócio efetivo é aprovada pelo Conselho Directivo e ratificada na primeira Assembleia de Sócios que tiver lugar após essa aprovação.
  5. O processo de admissão é descrito no Regulamento do Clube.

6.  Com base em recomendação da Assembleia de Sócios o Conselho Directivo pode estabelecer incentivos para a admissão de sócios entre os 18 e os 30 anos de idade.

Quotas

Condições

                Joia de Admissão                                            – Sem custo

                Quota Mensal                                                  – € 15,00

(Sendo € 12,00 para o jantar e o remanescente para pagar a quota ao Panatlhon Internacional e gastos do clube)

Forma de pagamento:

– Transferência bancária para o IBAN: PT50 0010 0000 5540 1780 0016 4 (Panathlon Clube de Lisboa)

X